Vítima de erro médico vai receber R$ 12 mil

A costureira Jandira Raimundo Azevedo, 44 anos, terá direito de receber R$ 12 mil por erro médico ocorrido em novembro de 2006. Após sofrer um corte no dedão da mão esquerda em acidente de trabalho, foi atendida no pronto-socorro de Mirassol, levou pontos e foi dispensada.

Leia mais...

CRM quer regulamentação do Serviço de Verificação de Óbito

O Serviço de Verificação de Óbito e Esclarecimento da Causa Mortis (SVO), de acordo com o Conselho Regional de Medicina (CRM) do Piauí, é um órgão fundamental para a sociedade e também uma maneira de proteger o médico de possíveis injustiças cometidas contra ele, no caso de um laudo de óbito que possa gerar incertezas. E para garantir isso, Conselho considera importante que haja uma lei para estruturar o serviço, que já existe na dependência do Hospital Getúlio Vargas (HGV) em Teresina, porém precisa de uma regulamentação específica, no sentido de contemplar toda a população.

Leia mais...